Cidades

Cigarro eletrônico e narguilé: o que parece inofensivo pode provocar doenças tão nocivas quanto o cigarro comum

Porto Velho

Cigarro eletrônico e narguilé: o que parece inofensivo pode provocar doenças tão nocivas quanto o cigarro comum

A pneumologista Mariana Bezerra explica como essa fumaça age no pulmão e suas consequências.


Nome do Artista - VIVO MARIANA BEZERRA - CIGARRO ELETRONICO (JORNAL DA MANHÃ).mp3

Cada vez mais comuns entre os jovens, os cigarros eletrônicos são dispositivos mecânico-eletrônicos alimentados por bateria que exalam um aerossol contendo nicotina e entre outras substâncias.

 No Brasil, de acordo com dados do IBGE, dois em cada dez jovens de 16 a 17 anos já usaram o dispositivo proibido pela AVINSA desde 2009.

Muitos acreditam que cigarros eletrônicos ajudam as pessoas a deixarem de fumar cigarros. Com diferentes essências, sabores e uma aparência mais inofensiva que o tabaco comum, o cigarro eletrônico pode provocar consequências tão nocivas quanto o cigarro, incluindo doenças pulmonares, cardiovasculares e até câncer.

Em entrevista concedida ao Jornal da manhã da CBN a pneumologista, Mariana Bezerra. Explicou sobre o cigarro eletrônico  e suas consequências. 


foto: reprodução

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://cbnamazonia.com/