Suspeito de matar caminhoneiro com pedrada em RO afirma que não sabia da morte

12.06.2018 11:00 - Atualizado em 12.06.2018 11:03

Fábio Diniz

jornalismo@cbnamazonia.com.br

Após oito dias da morte de José Batistela, por uma pedrada, na greve dos caminhoneiros em Rondônia, o suspeito Willians Maciel se entregou à polícia. Segundo a defesa de Maciel, ele optou em se entregar por saber que colega deixou família. Ele afirma que não sabia da morte até voltar para Vilhena.