Justiça do AP concede prisão domiciliar à ex-secretário de finanças da ALE

11.05.2018 13:01 - Atualizado em 11.05.2018 13:07

Andrey Melo

jornalismo@cbnamazonia.com.br

O ex-secretário de finanças da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), Edmundo Tork, conseguiu a transferência para o regime domiciliar nesta quinta-feira (10). Ele foi condenado por corrupção e cumpre 13 anos e cinco meses de prisão. A defesa alegou problemas cardíacos e pressão alta.